sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Eu errei novamente.

,
''                                                                                                                     Brasília, 22 de Outubro de 2008.

Ele não me toca mais com o mesmo carinho. Ele não pega mais na minha mão na frente dos amigos. Ele não me beija mais com tanta intensidade. Ele me ignora quando quero conversar. Ele não me ama mais como antes. Não me elogia, nem mesmo abre a porta do carro para que eu entre. Ele não lembrou do nosso primeiro aniversário de casamento. Ele não apareceu no aniversário de 1 ano da filha. Ele não para em casa. Ele trabalha o dia todo, e quando chega em casa desconta a sua raiva em todos. A minha filha não aguenta mais ouvir tanto palavrão, ela, assim como eu tem medo do pai.
  Não foi por esse homem que eu me apaixonei, mas eu também não tenho pra onde ir, não posso deixar a minha filha em uma escola pública, e o dia inteiro na rua enquanto eu trabalho para colocar comida em casa. Estou em um beco sem saída. Não me arrependo de ter me casado com o Iago, mas me arrependo de ter alimentado um amor que só existia nos meus contos e nas minha páginas de diário. Não é fácil viver com quem não te ama, dormir, almoçar, jantar, sair. Eu queria muito ter uma família perfeita, mas só agora descobri que o nosso tempo, nunca será nosso na realidade. Ah se eu tivesse esperado em Deus... Minha vida seria bem melhor.''

Uma parte do livro que estou escrevendo, não escolhi o nome ainda... Não sei se vou terminar de escreve-lo, porque toda vez que começo a escrever um livro, as coisas começam a embolar... Mas agora a história é boa. Enfim, é isso.

2 comentários to “Eu errei novamente.”

  • 22 de agosto de 2010 13:27

    que lindo o texto ju -q . Sucesso no teu livro, também to escrevendo um o/ É bem complicado mas quando se tem inspiração né. :)

    bejs :)

  • 24 de agosto de 2010 17:14
    Julia Melo says:

    aaaah sua copiona -q kkkk tá bom ...

Postar um comentário

 

Adube sua vida. Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger Templates